QUANDO A ENGENHARIA GENÉTICA CHEGA AO PRATO.


 
Os alimentos geneticamente modificados (AGM) estão presentes no mercado português, estando devidamente autorizados. De forma geral assume-se que não colocam perigo à saúde humana. Contudo, existem estudos que levantam algumas preocupações relativas ao seu consumo. É inevitável que muitos profissionais de saúde já tenham refletido sobre esta temática e tenham até sido questionados pelos seus utentes.
 
Com o presente estudo pretendemos contribuir para melhorar a preparação técnica de médicos e nutricionistas através da introdução de alterações à sua formação académica. Não se pretende, no entanto, entrar na controvérsia das vantagens versus desvantagens dos AGM, uma discussão irrelevante no enquadramento da atividade diária do profissional de saúde que lida com a realidade independentemente do seu valor ou conveniência.
 
O inquérito permitirá a recolha de dados e opiniões de médicos e nutricionistas sobre a preparação de que eventualmente sentem falta no âmbito da sua prática profissional. Todos os dados recolhidos serão processados anonimamente no âmbito de uma tese de doutoramento em curso na Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa, no Porto.
 
Neste inquérito consideram-se sinónimos os termos Organismo Geneticamente Modificado (OGM), Alimento Transgénico e Alimento Geneticamente Modificado (AGM). Apenas são considerados os produtos que se encontram atualmente comercializados no mercado português. 
 
Algumas notas:
• Apenas para profissionais com licenciatura ou mestrado integrado
O questionário é de resposta anónima
Os dados recolhidos serão apenas acessíveis aos investigadores
No final do questionário encontrará um campo para deixar os seus comentários
• Os participantes que responderem ao inquérito e optarem por indicar o seu email no campo final dos comentários habilitam-se automaticamente a receber prémios, incluindo a participação num seminário online sobre alimentos transgénicos e nutrição/saúde.
Para qualquer dúvida ou informação adicional pode contactar a Dra. Isabella Vieira através do email ifvieira@porto.ucp.pt
 
Desde já agradecemos sinceramente a sua colaboração!
 
 
 
 
 
 
 

  Uma nota sobre privacidade
Este inquérito é anónimo.
O registo guardado das suas respostas ao inquérito não contém nenhuma informação identificativa a seu respeito, salvo se alguma pergunta do inquérito o pediu expressamente. Se respondeu a um inquérito que utilizasse um código identificativo para lhe permitir o acesso, pode ter a certeza de que o código identificativo não foi guardado com as respostas. É gerido numa base de dados separada e será actualizado apenas para indicar se completou ou não este inquérito. Não é possível relacionar os códigos de identificação com as respostas a este inquérito.
 

I. Opinião pessoal
* Qual a sua opinião em relação às afirmações abaixo?
  Discordo completamente Discordo Nem concordo nem discordo Concordo Concordo completamente

A engenharia genética pode ser utilizada na produção de alimentos que trazem benefícios para a Humanidade.

O consumo de alimentos geneticamente modificados pode implicar problemas para a saúde.

As normas atuais são suficientes para proteger as pessoas de eventuais riscos dos alimentos geneticamente modificados.

A população está devidamente informada sobre o consumo de alimentos transgénicos.

Consumir alimentos transgénicos é, na prática, equivalente ao consumo de alimentos não-transgénicos.

O consumo de alimentos geneticamente modificados pode induzir um quadro clínico ou nutricional adverso.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
Qual a sua opinião em relação às afirmações abaixo?
 

  Discordo completamente Discordo Nem concordo nem discordo Concordo Concordo completamente Sem resposta

Os OGM (organismos geneticamente modificados) são uma ferramenta importante no combate à fome no mundo.

As sementes geneticamente modificadas permitem uma agricultura mais ecológica.

Existem provas científicas de que os OGM têm impactos negativos para a saúde.

Os alimentos transgénicos atualmente no mercado português são mais nutritivos do que os seus homólogos convencionais ou biológicos.

É provável que os alimentos transgénicos estejam associados algum tipo de sintoma ou patologia, mesmo que tal não esteja ainda cientificamente estabelecido.

As sementes geneticamente modificadas resultam numa alimentação mais saudável.
II. Utilização de OGM
Em relação às perguntas abaixo assinale a opção que mais se aproxima da sua realidade pessoal.

* Quando faz compras procura saber se está a levar algum alimento geneticamente modificado?
Escolha uma das seguintes respostas
* Se escolhesse um produto alimentar para comprar e, logo a seguir, reparasse que era geneticamente modificado, comprava-o na mesma (assumindo que há outros equivalentes ao mesmo preço e sem modificação genética)?
* Já consumiu algum alimento transgénico?
* Já comprou algum alimento transgénico?
III. Os transgénicos na prática profissional
Nas questões abaixo indique a opção que melhor reflete a sua realidade enquanto profissional de saúde.

* Quantas vezes já tomou a iniciativa de falar sobre alimentos geneticamente modificados com pacientes/clientes seus?
* Quantas vezes já conversou sobre a temática dos alimentos geneticamente modificados com os seus colegas de profissão?
* Quantas vezes é que amigos ou família já lhe pediram a opinião sobre os alimentos geneticamente modificados?
* Já realizou algum diagnóstico a pacientes/clientes que envolvesse o impacto negativo de alimentos geneticamente modificados?
IV. Limitações
Assinale a resposta que melhor representa a sua experiência profissional.

* Encontrou dificuldades ou dúvidas (ou sente que poderia encontrar) ao conversar sobre a temática dos alimentos geneticamente modificados com os seus pacientes/clientes?
* Em relação aos seus colegas de profissão sente-se mais ou menos preparado para lidar com questões relativas aos alimentos geneticamente modificados?
* Como é que se atualiza em relação à temática dos alimentos geneticamente modificados? (escolha todas as que se aplicam)
 
 

  Sim Não Talvez
Contacto com especialistas
Revistas científicas
Livros e documentação técnica diversa
Notícias na Internet
Comunicação social (imprensa, rádio, TV)
Congressos, palestras, seminários
Não me mantenho a par desta temática
* Sente que lhe seria útil frequentar algum tipo de formação técnica sobre OGM?
* Recebeu algum tipo de formação sobre OGM no âmbito da licenciatura?
Se respondeu sim, na questão anterior, explique brevemente qual o tipo de formação (duração e âmbito).
V. Decisões profissionais
Indique abaixo as respostas que melhor representam a sua ação profissional.

* Já procurou algum tipo de informação sobre alimentos geneticamente modificados?
* Por iniciativa própria indica (ou indicaria em alguma circunstância) ao seu paciente/cliente que não consumisse alimentos geneticamente modificados?
* Caso um paciente/cliente pergunte se pode consumir alimentos geneticamente modificados, o que responde?
* No útimo ano, algum dos pacientes/clientes colocou alguma questão sobre alimentos geneticamente modificados?
VI. Formação
Indique abaixo a sua opinião quanto a necessidades de formação técnica.

*Sente-se preparado para lidar com as questões sobre transgénicos que possam surgir, incluindo algum tipo de sintoma ou patologia que eventualmente lhes possa estar associado?
* Considera útil existir algum tipo de formação sobre alimentos geneticamente modificados durante a licenciatura?
* Que âmbito de formação considera mais adequado receber durante a licenciatura no que toca aos alimentos geneticamente modificados? (Escolha a resposta que mais se aproxima da sua opinião.)
 
 

  Sim Não Talvez Não sei
Uma disciplina obrigatória
Um módulo dentro de uma disciplina
Uma aula
Um seminário curto
Uma disciplina opcional
Um trabalho teórico
Um trabalho prático
* Que tipo de temas gostaria de ver cobertos nessa formação?
  Sim Não Talvez Não sei
OGM e Genética
OGM e Nutrição
OGM e Saúde
OGM e Ambiente
OGM e Rotulagem
OGM e Legislação
OGM e Ética
 Se existirem outros temas que gostaria de ver cobertos nessa formação, indique-os abaixo.
* Considera útil ao longo da vida profissional a existência de formação continuada para atualização sobre alimentos geneticamente modificados ?
VII. Atualidade nacional
* Indique abaixo quais afirmações considera corretas.
  Falso Verdadeiro Não sei
Em Portugal há rotulagem de alimentos transgénicos
Em Portugal há rotulagem de produtos animais produzidos com recurso a rações transgénicas
Em Portugal o principal transgénico em circulação é a soja
Em Portugal o principal transgénico cultivado é a soja
Em Portugal vendem-se diversos hortofrutícolas transgénicos
Em Portugal os alimentos de agricultura biológica também podem ser transgénicos
VIII. Finalização
* Indique o seu sexo:
 

* Indique a sua data de nascimento:

* Indique o distrito onde reside:

* Indique em que instituição obteve a sua licenciatura:

* Indique o ano em que concluiu a sua licenciatura (no formato aaaa):

* Indique qual a sua licenciatura:
* Qual a sua especialidade? Se não tiver, escreva por favor "NA" (=Não se Aplica).
* Indique o nível mais alto de formação adicional atingido:
* Indique com que frequência contacta com pacientes/clientes na sua atividade profissional atual:

Este inquérito é anónimo. No entanto, se pretender participar no sorteio de prémios distribuídos pelos respondentes, deixe-nos aqui o seu endereço de email (que apenas será usado para esse fim). Agradecemos também qualquer comentário que queira disponibilizar.